Inteligência emocional é competência profissional

Existem 02 temas que tenho verdadeira paixão: Atendimento ao cliente Corporativo e Gestão de Pessoas. Em toda minha carreira, busquei especialização nestas áreas através de cursos, treinamentos, formações extras, entre outros, e neste processo de aprendizado teórico e prático, tive a constatação que a maior competência a ser desenvolvida é a Inteligência Emocional.

Antes, o que era considerada uma característica pessoal, foi se transformando em requisito para funções específicas, e hoje é a base para o sucesso pessoal e profissional. A Inteligência emocional é tema recorrente em todos os segmentos de mercado, em todos os níveis de cargos, sendo um diferencial para os líderes que a tem ou buscam desenvolvê-la ao longo de sua carreira. Mas o que é inteligência Emocional?

Podemos conceituar como a capacidade de compreender as emoções, e buscar as melhores formas de agir com foco no resultado esperado. Este processo chama-se gerenciamento de emoções. Você não pode evitar as emoções, mas compreendendo como são suas reações e o porque delas, consegue alterar seu estado emocional, através de diversas técnicas e ressignificações.

Stephen Covey, no livro 7 hábitos de pessoas altamente eficazes, traz um conceito interessante, chamado Continuum da Maturidade. Acredito que, principalmente no campo emocional, você nunca chega á um estado de plena maturidade, pois precisa se adaptar continuamente ao ambiente, adquirindo novos conhecimentos, lidando com múltiplas interpretações do mundo, e tudo sendo processado com base em seus valores, crenças e experiências. Muita coisa não é?

Mas o que começa com um processo mecânico e consciente, com o tempo se torna automático e inconsciente. E você percebe que pode avançar em outros níveis, se expondo a novas situações de grande pressão que antes te causavam muito stress. E, a cada vez que tratar delas em um nível maior de consciência, você se tornará mais forte e seguro. Conclusão: Busque mudar sua percepção e suas reações emocionais também mudarão.

Quem possui esta competência, consegue ter mais saúde mental e física, cria conexões verdadeiras com as pessoas, lida com situações de conflito com foco em soluções, gerando resultados positivos para sua vida pessoal e ambiente profissional.

O objetivo não é a superficialidade de melhores comportamentos, é a mudança verdadeira de pensamentos para que suas ações sejam naturais e suas relações genuínas. É muito gratificante que, em seu ambiente de trabalho, com clientes, líderes, liderados, pares e parceiros, você veja as oportunidades de oferecer seu melhor e assim obter das pessoas grandes contribuições.

Por fim, considere em suas metas de capacitação profissional o desenvolvimento emocional. No cenário em que vivemos, que já tem nome próprio de “Vuca”, e tantas diretrizes para melhoria contínua (mindset de crescimento, long live learning, etc), saber lidar com emoções é essencial para seu sucesso.

Desejo sucesso à todos! Espero que meu texto traga contribuições para sua vida profissional. Será um prazer trocar ideias e experiências sobre o tema.

Publicado por Danielle Souza Correa

Profissional dinâmica, responsável e sempre em busca de novos desafios. Apaixonada por ajudar na evolução dos profissionais através metodologias transformacionais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: